Alerta da OMS: Os Perigos de Passar Muito Tempo Sentado

Você sabia que passar muito tempo sentado pode fazer mal para a sua saúde? Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o sedentarismo é um dos principais fatores de risco para doenças crônicas não transmissíveis, como diabetes, hipertensão, obesidade e problemas cardiovasculares.

Mas por que passar muito tempo sentado é tão prejudicial? E o que podemos fazer para evitar os efeitos negativos dessa prática? Neste artigo, vamos explicar os principais pontos sobre esse assunto e dar algumas dicas para você se movimentar mais no seu dia a dia.

Image by Arpit from Pixabay

Por que passar muito tempo sentado faz mal?

Quando passamos muito tempo sentados, nosso corpo entra em um estado de baixo consumo de energia, o que reduz o metabolismo e a queima de calorias. Além disso, a postura sentada pode afetar a circulação sanguínea, a respiração, a digestão e a saúde da coluna.

Segundo a OMS, passar mais de quatro horas por dia sentado aumenta em 125% o risco de eventos cardiovasculares, como infarto e derrame. Além disso, passar mais de oito horas por dia sentado aumenta em 90% o risco de morte por causas diversas.

Como evitar os efeitos de passar muito tempo sentado?

A boa notícia é que existem algumas medidas simples que podemos adotar para evitar os efeitos de passar muito tempo sentado. A principal delas é intercalar períodos de atividade física com períodos de repouso. A OMS recomenda que os adultos façam pelo menos 150 minutos de atividade física moderada ou 75 minutos de atividade física intensa por semana.

Além disso, é importante fazer pausas frequentes durante o dia para se levantar, alongar e caminhar um pouco. Essas pausas podem ser feitas a cada 30 minutos ou uma hora, dependendo da sua rotina. Você também pode aproveitar as oportunidades do seu dia a dia para se movimentar mais, como subir escadas, descer do ônibus um ponto antes ou passear com o seu cachorro.

Conclusão

Passar muito tempo sentado pode fazer mal para a sua saúde, mas você pode evitar os efeitos negativos dessa prática com algumas mudanças simples no seu estilo de vida. Lembre-se de fazer atividade física regularmente, fazer pausas durante o dia para se levantar e se alongar e aproveitar as oportunidades do seu cotidiano para se movimentar mais. Assim, você vai melhorar a sua qualidade de vida e prevenir doenças.